Logo ARMS Advocacia trabalhista

ARMS realiza seminário sobre o eSocial


A ARMS Consultoria e a ARMS Advocacia realizaram nesta semana o seminário “Qual o impacto que o eSocial terá na sua empresa?”. O evento teve a participação de empresários e profissionais das áreas de recursos humanos, administração, contabilidade e direito. Em destaque, as principais dificuldades encontradas pelas empresas para as adequações necessárias ao eSocial.
A primeira palestra foi ministrada pelo consultor Fernando Bezerra, da ARMS Consultoria. Ele detalhou as mudanças que a implantação do eSocial trará para todas as empresas, qualquer que seja o porte – da microempresa individual, passando por pequenas, médias e grandes empresas. Segundo o especialista, o sistema vai mudar a forma como todas as empresas do Brasil lidam com as obrigações fiscais, tributárias, previdenciárias e trabalhistas. Fernando sugeriu, inclusive, que as empresas criem um Comitê de Gestão para Implantação do eSocial.
Quando estiver em pleno funcionamento, o sistema vai unificar o envio dos dados sobre trabalhadores para o governo federal e permitir que as empresas prestem as informações uma única vez. A transmissão será por meio eletrônico, evitando papelada. Assim, não será preciso, por exemplo, realizar múltiplos envios de informações ao INSS, ao Ministério do Trabalho ou ao Fisco, por exemplo.
Fernando Bezerra ressaltou que a adequação ao eSocial envolve diversas áreas de uma empresa, entre elas recursos humanos, tecnologia, fiscal, contábil, logística, medicina do trabalho e financeiro. Por isso, é importante que a própria direção da empresa entenda o impacto da mudança. Será necessário realizar treinamentos e revisar rotinas de trabalho e também a maneira como os dados circulam dentro da empresa.
Na sequência, o advogado Marllus Godoi do Vale fez uma apresentação focada na questão da legislação trabalhista no contexto das informações que serão passadas a partir da implantação do eSocial, já que o sistema modificará a atuação dos órgãos fiscalizadores, o que impactará a gestão das empresas.
O eSocial não altera nenhuma legislação e sim muda a forma de envio e apresentação dos dados aos agentes do governo. Hoje, a empresa só sofre fiscalização quando um fiscal da Receita Federal ou do Ministério do Trabalho pede para ver os registros dos trabalhadores. Com o eSocial a fiscalização será automática. A empresa que não se adequar ao programa poderá sofrer as punições já previstas nas legislações fiscais, tributárias, previdenciárias e trabalhistas. A partir do eSocial, os dados informados pelas empresas poderão ser facilmente cruzados para identificar inconformidades.
Eduardo Mesquita, psicólogo e professor de Pós-graduação da FGV e de Gestão de Pessoas da PUC – GO fez a palestra de encerramento do evento. Na avaliação dele, o eSocial acarretará uma verdadeira mudança cultural nas organizações. O professor alertou que a mudança comportamental que deverá ocorrer dentro das empresas para implantar efetivamente o eSocial eliminará definitivamente o chamado “jeitinho brasileiro” na gestão. Segundo ele, o sistema vai fazer surgir uma nova cultura organizacional, com regras e padrões centrados no profissionalismo. Será o fim das improvisações.
O evento foi realizado em parceria com o Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás e Sindicato da Indústria de Fabricação de Açúcar do Estado de Goiás (Sifaeg/Sifaçúcar) na sede da Federação das Indústrias do Estado de Goiás.

 

 

Crédito da foto: Jéssyca Lobo

Localização da Arms Advocacia

Rua 5, n°691 Ed. The Prime Tamandaré Office, Salas 1111/1113, Setor Oeste, Goiânia - GO como chegar

Contato

Rua 5, n°691 Ed. The Prime Tamandaré Office, Salas 1111/1113, Setor Oeste, Goiânia - GO

arms@armsadvocacia.com.br

(62) 3412-9400